Resenha: Dez Coisas que Aprendi sobre o Amor por Sarah Butler

Dez Coisas que Aprendi sobre o Amor 
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Nota: 4/5

Sinopse: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

Promoção: 2 anos de Eu li, e você?

Eu li, e você? está fazendo dois aninhos e sabe o que eu posso dizer? Vai ter textinho bonitinho e uma mega promoção que vai premiar diversos leitores!!!


Resenha: Marca da Escuridão por Sylvia Day

Marca da Escuridão
Editora: Faro
Páginas: 280
Nota: 4/5

Sinopse: Amaldiçoada por Deus, caçada por demônios, desejada por Caim e Abel...
Tudo isso em um dia normal de trabalho...
Anos atrás, Evangeline teve uma incrível noite de amor com um homem misterioso que ela nunca mais conseguiria esquecer. Mas aquele momento de prazer tornou-se um desastre de proporções bíblicas: ela recebera a Marca de Caim.
Empurrada para um mundo em que pecadores são marcados e transformados em assassinos de demônios, ela tem agora Caim como protetor e Abel como seu novo chefe, que também fica loucamente atraído por ela.
Eva torna-se então o novo e explosivo ponto de discórdia, no caso mais antigo de rivalidade entre irmãos...


Sessão de autógrafos com Christian Figueiredo

Dia 1 de Dezembro, de 2015.  Aproximadamente, 11:00 horas da manhã!

Chegou o grande dia que todos os “loukões” de Belo Horizonte estavam esperando! A sessão de autógrafos com o Youtuber Christian Figueiredo, que tem um canal no Youtube que se chama “Eu Fico Loko”!



Resenha: As Treze Relíquias por Michel Scoot & Colette Freedman

As Treze Reliquias
Editora: Planeta
Páginas: 416
Nota: 3/5


Sinopse: Há mais de sete décadas treze crianças foram designadas para cuidar de artefatos antigos, dotados com um poder primitivo e letal. As relíquias, como foram chamadas, deveriam ser mantidas por seus guardiões em total segurança e afastadas umas das outras. Entretanto, agora um homem sinistro e sua amante estão atrás delas, roubando cada peça e eliminando seus protetores, deixando um rastro de crimes violentos. Aparentemente por acaso, a jovem Sarah Miller se envolverá nessa trama perigosa e terá que correr contra o tempo para elucidar os enigmas que rondam sua nova vida. Serão os guardiões seres de outro mundo? Qual será o segredo das relíquias milenares? Por que justamente Sarah foi atraída para esse jogo mortal? Uma história inquietante, povoada de lendas que até hoje rondam nosso imaginário, As treze relíquias mostra que há forças que nunca devem ser despertadas.

Especial {PJD}:DIY Colar de cookie azul

"Caminhamos pela praia, demos salgadinhos de milho às gaivotas e mascamos jujubas azuis, caramelos azuis e todas as outras amostras grátis que minha mãe levara do trabalho.

Acho que eu deveria explicar a comida azul.

Veja bem, Gabe uma vez disse à minha mãe que isso não existia. Eles tiveram uma discussão, que pareceu uma coisinha de nada na época. Mas, desde então, minha mãe fez tudo o que era possível comer em azul. Ela assava bolos de aniversários azuis. Batia vitaminas com mirtilos azuis. Comprava tortilhas de milho azul e levava para casa balas azuis da loja."

                  – Percy Jackson O Ladrão de Raios, livro 1

Especial: Semana Percy Jackson Day + Sorteio


"Olhe, eu não queria ser um meio-sangue.
Se voce está lendo isso porque acha que pode ser um, meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar um vida normal."

– Percy Jackson O Ladrão de Raios, livro 1.

Resenha: Solteiro Sofre Demais por Bruno Godoi

Solteiro Sofre Demais
Editora: Empíreo
Páginas: 245
Nota: 5/5 ♥

Sinopse: Copacabana. Três solteirões numa república. Muita festa, muita pizza, muita bebida (sexo quase nada). Uma cadelinha pinscher chata. Filmes, videogame, super-heróis. Tudo isso misturado num livro recheado de histórias engraçadas com coisas de nerd. E claro, muita bobagem idiota. (Né nada! É tudo inteligente.)







Resenha: Escola de Vilões por Jen Calonita

Escola de Vilões
Editora: Única
Página: 192
Nota: 4/5


Sinopse: Será que um vilão pode se recuperar? Gilly não se considera exatamente uma garota má... Porém, quando se tem cinco irmãos e irmãs mais novos, é preciso ser criativo para ajudar nas despesas. Ela é uma ladra muito boa, e disso tem certeza e pode se gabar. Até ser pega. Depois de roubar uma presilha, é sentenciada a passar três meses no Reformatório de Contos de Fadas – no qual os professores são aqueles antigos vilões que já conhecemos, como o grande Lobo Mau e a malvada Madrasta da Cinderela. Quando, porém, ela faz amizade com alguns estudantes, como Jax e Kayla, aprende que esse reformatório vai muito além de sua missão heroica. Há uma batalha ganhando forma e Gilly precisa descobrir: os vilões podem realmente mudar? Descubra o Lado B dos contos de fadas.


Resenha: Eleanor & Park por Rainbow Rowell + Novo Colunista

EleanorPark
Editora: Novo Século
Páginas: 4/5
Nota: 328


Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.



Caixinha do Correio: Novembro

E mais uma vez eu trago uma caixinha do correio recheada de livros bons!!! Não percam tento e confiram tudo que chegou para mim no mês de Novembro!



Resenha: Primavera por Oskar Luts

Primavera
Editora: Biruta
Páginas: 432
Nota: 3/5

Sinopse: Numa escola paroquial da Estônia, estuda Arno Tali, um garoto ingênuo que nutre um carinho especial pela esperta Teele Raja. Na escola, eles e seus amigos são perseguidos por um sacristão rabugento, contra quem aprontam inúmeras travessuras.Primavera é centrado na rotina escolar dessas crianças, com os muitos conflitos e descobertas que se dão enquanto todos aguardam a chegada da estação mais esperada do ano.Além desta divertida história, este livro traz vários aspectos da cultura estoniana e das influências herdadas da cultura russa, como lendas populares, músicas, a língua e o modo de vida no campo no início do século XX.

Leituras do Mês: Outubro e Novembro

Oi Pessoal, tudo bem? Estava um pouco sumido mas hoje trago para vocês um postagem bem bacana falando das minhas Leituras dos dois últimos meses. Tem bastante coisa bacana!!!


Resenha: Para Continuar por Felipe Colbert



Para Continuar
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Nota: 5/5

Sinopse: Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa do seu coração defeituoso.
Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade.
A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento.
O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram.


Resenha: A Aposta por Vanessa Bosso

A Aposta
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Nota: 5/5

Sinopse: A primeira experiência amorosa de Nina não foi nada boa. Diante de tamanha decepção, a garota não quer saber de namorados e seu coração virou uma pedra de gelo. No colégio, os garotos lançam uma aposta a Lex, o grande pegador , daqueles que arrancam suspiros até mesmo de objetos inanimados. Será que ele, com todo seu poder de sedução, conseguirá conquistar o coração de Nina? De forma hilária e dinâmica, a autora levará os leitores a uma viagem inesquecível, na qual a amizade e o amor reinarão em absoluto... Até que uma vingança surja em cena para estragar tudo. Quem sairá vencedor? Façam suas apostas. O jogo está prestes a começar.


Resenha: Comece Por Aqui por Lee Crutchley

Comece Por Aqui
Editora: Academia de Inteligência
Páginas: 160
Nota: 4/5


Sinopse: Neste guia criativo e lúdico, o ilustrador Lee Crutchley apresenta maneiras divertidas e poderosas para aqueles momentos em que parece ser uma tarefa quase impossível colocar as grandes ideias em prática e começar um novo projeto. Não importa se é o perfeccionismo, a procrastinação ou apenas o velho medo que o está segurando, prepare-se para ficar inspirado.



Resenha: O Tempo Que Nunca Foi por Kelly Moore, Tucker Reed & Larkin Reed

O Tempo Que Nunca Foi
Editora: Jangada
Páginas: 320
Nota: 4/5

Sinopse: Depois da morte da avó, Sarah Parsons vai morar em Amber House, a centenária propriedade que pertence à sua família há gerações. Mas Sarah começa a ter uma sensação de que algo está de alguma forma errado. As coisas estão melhores para Sarah e sua família, mas outras estão muito diferentes e não mudaram para melhor. Com memórias confusas e uma enorme sensação de déja-vu, Sarah percebe que fez uma escolha que transformou tudo - e agora ela tem que escolher tudo outra vez. Com a ajuda de Amber House, que lhe traz visões de seus antepassados, e seu amigo de infância, Jackson, ela consegue se lembrar de como as coisas deveriam ser e planejar uma ousada missão que vai redefinir o universo mais uma vez. Sarah precisa descobrir o que mudou e como pode corrigir isso, antes que seja tarde demais. 

Caixinha do Correio: Outubro

Hoje é dia de mostrar os vários livros que chegaram por aqui no mês de Outubro. Tem bastante livros de parceria e somente uma compra (me controlei mesmo, haha)


Resenha: Zac & Mia por A.J Betts





É tão difícil não se apegar a um bom sick-lit, e foi isso que aconteceu com Zac & Mia, um enorme apego ao livro, aos personagens, à história fabulosa de dois jovens que tiveram o triste azar de ter câncer na juventude.

Zac teve leucemia, por sorte descobriu cedo o bastante para conseguir se tratar, ele fez um transplante de medula de uma mulher alemã e com isso passou a ser apelidado de Helga por seus amigos. Ele sabe que suas chances não são as melhores, que talvez o câncer volte mais cedo do que ele espera. Ele faz bastante pesquisas com relação as estatísticas e sabe que suas chances não são as melhores, contudo esse não é um motivo para ele deixar de lutar contra a doença.

“Se os cientistas podem lançar um robô para um lugar localizado a 560 milhões de quilômetros de distância, pensei naquela hora, com certeza são capazes de consertar algo tão pequeno quanto células sanguíneas rebeldes de um corpo”


Mia chega ao quarto ao lado de Zac, mas bem diferente dele, ela não é calma, não quer aceitar a doença, está em um momento de muita rebeldia sendo grossa com todos que tentam falar com ela – como se algum deles tivessem culpa dela estar doente – . Em certos momentos para fazer com que sua mãe saia do seu quarto e a deixe “em paz” ela coloca o CD da Lady Gaga nas alturas. Por mais que Zac se sentisse incomodado pelo som não falou nada, respeitava o momento dela.

“Eu me preparo, porém não ocorre nenhum tremor sísmico nem nenhum alarme começa a tocar. Isso não mudou nada. Ela apenas se tornou agora mais um amigo de mentirinha no meu perfil.”

De uma forma inusitada ele recebe um convite em uma de seus redes sociais da garota do quarto ao lado, Mia. E de repente “tap” ela bate na parede tentando se comunicar com ele, e essa, de certa forma, acabou sendo a primeira “conversa” que eles tiveram, através de “taps” e “tocs”, sons no qual uma parede é capaz de produzir.




A amizade que começa a se formar é diferente, Zac sabe que fora dali jamais falaria com Mia ou ela com ele. Ela era bonita, gostava de festas, bem mal-humorada e ele era mais do tipo “nerd”, gostava bastante de números, sempre ligado a estatísticas.  Ele já estava no final do tratamento e sabia que dificilmente veria Mia novamente. Porém o destino tende a pregar peças conosco e.

Zac&Mia é um livro lindo, emocionante, faz com que o leitor sinta tudo no qual os personagens estão sentido naquele momento, seja angustia, tristeza ou até mesmo raiva. A.J. Betts tem um talento impressionante, escreveu um livro notavelmente bom, que trata de câncer de uma forma bem direta, das consequências, de como os pacientes se sentem e de como eles acabam superando.


A Editora Novo Conceito proporcionou nessa edição um material de qualidade, fazendo com que o leitor sinta realmente um prazer de ler e ter o livro, que é dividido em três partes sendo “Zac”,”&” e”Mia”. As folhas são amareladas, a cada começo de capítulo temos um detalhe de pétalas de flor – como na capa –, o número do capítulo e de qual ponto de vista será o capítulo que alterna entre uma visão de terceira pessoa de Zac ou Mia.

Resenha: Histórias de Arrepiar por Regina Drummond

Histórias de Arrepiar
Editora: Giz
Página: 128
Nota: 4/5


Sinopse:Histórias de Arrepiar é uma seleção especialmente produzida para quem não tem medo do sobrenatural, do fantástico, do aterrorizante. É destinada a quem aprecia o frio na barriga, o suor gelado e o susto. Foi feita para quem gosta de viajar pelos meandros do lado negro da alma, para quem tem a intenção expressa de (re)descobrir o fascínio da maldade, da perversidade e da morte. Só vai agradar a quem gosta de ser surpreendido: o final de cada um dos textos pode deixar o leitor suspenso no ar, no vácuo entre o pavor, o medo e a pena – pena de a história ter acabado, é claro!

Regina Drummond criou alguns textos e selecionou outros, que traduziu e adaptou, escritos por autores consagrados. A narrativa é clara, fluente e envolvente, destinada a levar o leitor para outras dimensões nunca antes imaginadas com toda a suavidade de uma paulada no meio da testa ou a delicadeza de um soco no estômago. Mas, cuidado: se você é medroso(a), por favor, não abra este livro. Ele não foi feito para você!

Caixinha do Correio: Setembro

VOLTEI!!! Estava bem sumido pessoal, mas agora voltei - I'm back, Bitch -  e trouxe um post bem bacana com todos os livros bacanas que chegaram para mim no mês passado. 


Resenha: Black Bird por Anna Carey

Black bird
Editora: V&R
Páginas: 225
Nota:5/5


SinopseNão me lembro de nada.
O que sei:
- Estou em Los Angeles- Acordei nos trilhos da estação de metrô Vermont/Sunset- Sou uma garota- Tenho cabelos pretos e longos- Tenho um pássaro tatuado no pulso direito com o código FNV02198- Estão tentando me matar






Resenha: A Lista por Cecelia Ahern

A lista
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Nota: 4/5

Sinopse: Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente.


Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira.

Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.


Resenha: Fragmentados por Neal Shusterman

Fragmentados
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Nota: 5/5


Sinopse: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria .
Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos. No entanto, quando cada parte de seus corpos desde as mãos até o coração é caçada por um mundo ensandecido, 18 anos parece muito, muito longe.
O vencedor do Boston Globe-Horn Book Award, Neal Shusterman, desafia as ideias dos leitores sobre a vida: não apenas sobre onde ela começa e termina, mas sobre o que realmente significa estar vivo.


Resenha: A Senhora dos Mortos por Rodrigo de Oliveira


A Senhora dos Mortos
Editora: Faro
Páginas: 278
Nota: 5/5

Sinopse: E subiu da terra outra besta... e falava como dragão. Apocalipse 13:11
Um ser humano dotado de um dom extraordinário, ao ser contaminado por zumbis, se transforma no maior flagelo da humanidade. Sua memória, dos últimos momentos humanos, está mais viva do que nunca. E, agora, tudo o que ela quer é vingança e destruição. Aqui se desenrola a jornada de uma líder do mundo zumbi, formando o seu exército a partir da cidade de Canela, e atacando os focos de resistência em Porto Alegre rumo à São José dos Campos. E, a cada lugar por onde passa, cresce o número de seguidores. ... Assim começa uma vertiginosa corrida contra o tempo para impedir que sua força se torne indestrutível, decretando o fim dos humanos na Terra. Aqui os sobreviventes do apocalipse zumbi tentarão coordenar uma ação conjunta para tentar descobrir algum ponto fraco e destruir A Senhora dos Mortos antes que seja tarde demais. Se lutar contra bandidos bem armados em A Batalha dos Mortos foi tenso, aqui você vai descobrir o que é enfrentar um ser dotado de poderes para destruir o que restou de uma terra já arrasada.  A cada novo volume, mais surpresas nesta série!

Resenha: Coisas Bem Legais Para Ser Muito Feliz por Mr. Wonderful

Coisa Bem Legais Para Ser Muito Feliz
Editora: L&PM Editores
Páginas: 148
Nota: 5/5 


Sinopse: Mergulhe nestas páginas e deixe-se surpreender pelo mundo de Mr. Wonderful, do qual você sairá transformado e com um enorme sorriso. Ler estas páginas é um banho de mar em pleno verão, é ficar com dor na barriga de tanto rir... Você tem nas mãos um decálogo ilustrado sobre a felicidade explicada como quem fala com um amigo, sincero e transparente. Coisas bem legais para ser muito feliz é o livro menos livro do mundo: é uma experiência, um sorriso, é como um espelho, um presente, é um caderno e um álbum. Este livro é, simplesmente, um momento de alegria garantido. Inclui: - 10 capítulos megadiferentes - Wonderconselhos para recortar - Adesivos espetaculares - Gargalhadas sem fim

Caixinha do Correio: Agosto

Post de hoje é CAIXINHA DO CORREIO! Venha conferir os livros que chegaram aqui em casa no mês de Agosto.


Resenha: Sublime por Edis Henrique

Sublime
Editora: Selo Jovem
Páginas: 288
Nota: 2/5

SinopseEu sei que estou bem! Eu estou.Talvez eu esteja ficando louca. Ou talvez eles sejam reais. Talvez tudo não passe de uma ilusão, uma peça pregada pela minha mente. Mas será que ilusões matam pessoas? Será que ilusões conseguem ferir? Causar dor?
Visões de uma época distante do passado. Monstros que me perseguem. Sonhos estranhos. Não consigo saber até que ponto isso tudo é real, não consigo entender a verdade dos fatos.E também tem ele.O Diogo!Uma pessoa que mal conheço, mas que acabo me envolvendo. O problema é: O que ele realmente é? Amigo ou inimigo? Presa ou caçador?A verdade parece ficar cada vez mais distante de mim. Minha mãe tem seus segredos, e sei que ela sabe de algo. Mas por que ela me esconde a verdade? Por que eu penso não conhecê-la? E por que as minhas lembranças são tão vagas?Destino. Vingança. Premonições. Segredos ocultos. Até que ponto isso é real? Em quem posso confiar? E será que ainda há esse alguém?Eu realmente não sei!

Resenha: Por Que Indina, João? por Danilo Leonardi

Por Que Indiana, João?
Editora: Giz
Páginas: 208
Nota: 4/5

Sinopse: Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas.
Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor.
“Por que Indiana, João?” é o livro de estreia de Danilo Leonardi, editor do canal “Cabine Literária” e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos: o bullying.

Lançamentos: Agosto


Agosto é um mês que está com lançamentos MARAVILHOSOS! Venham ver tudo o que lhe espera esse mês!.



Resenha: Minha Vida Dava um Livro por Guilherme Cepeda e Larissa Azevedo


Minha Vida Dava um Livro
Editora: Única
Páginas: 160
Nota: 4/5 

Sinopse: Ei, aqui! Isso mesmo, estou falando com você. Você que anda pela livraria e muitas vezes perde a noção do tempo. Você, que distraidamente passa os olhos por pilhas de livros e lombadas coloridas e sempre compra mais edições do que pode ler no espaço de uma vida. Você, que agora parou para analisar esta capa entre tantas outras. Este livro é para você. A vida muitas vezes é tão maluca que chegamos a nos questionar se o que vivemos é realidade ou ficção. Experimentamos momentos e construímos enredos com tanta frequência que não surpreende pensarmos que nossa vida dava um livro. 
E dava mesmo! Que tal, então, escrevê-lo aqui? Se você é louco por livros tanto quanto nós, se perde o ponto e dorme tarde porque simplesmente não consegue deixar de terminar pelo menos mais um capítulo ou se já não sabe mais quantos livros leu e quantas vezes teve a vida salva por uma história, aqui estão as páginas que o aceitam e compreendem. Transforme seus sonhos, citações, lembranças e, principalmente, palavras na narrativa mais empolgante e emocionante que existe: a sua vida! E, claro, não se esqueça de compartilhar.
Acompanhe a #SerieMinhaVida e divida conosco sua história. Sua vida dava um livro, é só virar a primeira página. Comece.

Resenha: Mentiras Que Confortam por Randy Susan Meyers

Mentiras Que Confortam
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Nota: 4/5


Sinopse:  Cinco anos atrás...Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Dica Literária: Cidade Banida





Cidade Banida
Editora: Planeta
Ano de Lançamento: 2015


Sinopse: No futuro, a Terra foi assolada por inúmeras guerras, o que dizimou 99% da população humana e transformou sua vida animal e vegetal. Boa parte dos seres humanos acabou confinada dentro dos muros de Prima Capitale, regida pelas draconianas regras do Supremo Decano. Por causa da rigidez do governo, todos os bebês nascidos no lugar precisam passar pelo crivo dos chamados cognitos, seres com poderes psíquicos capazes de prever o futuro. Caso, nesta visão, seja revelado que o novo cidadão cometerá um crime, sua sentença é a morte. Seppi Devone foi um desses bebês vetados. No entanto, sua mãe, Appia, consegue fugir com ela, livrando-a da cruel sentença. Elas vivem incógnitas numa comunidade no meio da mata e Appia cria sua filha como um garoto. Mas, quando Seppi completa 15 anos, o destino bate à sua porta e a garota terá de enfrentá-lo. Afinal, a adolescente é a única esperança que muitos oprimidos têm de se livrar do mal a que são submetidos pelo Supremo Decano. Irá ela abraçar essa sua missão?



Resenha: Quando o Vento Sumiu por Graciela Mayrink


Quando o Vento Sumiu
Editora: L&PM
Páginas: 264
Nota: 4/5

Sinopse: Suzan, Mateus e Renato parecem três jovens como outros quaisquer do Rio de Janeiro. Suzan estuda Turismo. Renato e Mateus, Engenharia Civil. Os três são amigos desde o colégio e, apesar de muito diferentes, são inseparáveis. Mas, entre aulas, festas, momentos em família e idas à praia, cada um deles enfrenta seus problemas. Desde que o pai foi pego dando um golpe, Mateus vive só com a mãe, marcado por esse acontecimento. Renato é um garoto rico que resiste às pressões do pai para surfar menos e se interessar mais pela construtora da família. Suzan é apaixonada por Renato e sofre por ser considerada apenas uma amiga – e pela pressão da mãe para que se envolva com ele.No correr dos dias, a amizade dos três se transforma sutilmente. Suzan deve se declarar ao amigo, ou tentar ser feliz de outro modo? Mateus terá realmente só a amizade para lhe oferecer?Renato deve se render à pressão paterna e se aplicar mais aos estudos? E até que ponto a relação dos três suportará o desgaste do tempo?
Embora tenham toda a vida pela frente, logo descobrirão uma dura lição: algumas escolhas têm consequências duradouras e alteram o curso de toda uma existência. Muitas coisas saem diferente do desejado. O difícil é prever o resultado de nossas opções e conviver com elas no futuro.
E se você pudesse voltar atrás e escolher outro final para a sua história? Que escolha você faria diferente?



Resenha: Festim Das 12 Cadeiras por Elvis Delbagno

Festim Das 12 Cadeiras
Editora: Schoba
Páginas: 164
Nota: 3/5

Sinopse: Ao comprar um conjunto de 12 cadeiras russas para o jantar anual, um casal homossexual descobre um tesouro embaixo do estofado de uma delas. Com as contas bancárias transbordando, os milionários resolvem manter o tesouro na cadeira e doá-lo ao primeiro convidado que se sentar nela. No entanto, eles percebem que isso será um problema quando um dos convidados não comparece ao jantar.
Estruturando-se nas comédias de costumes, nos deparamos com uma crítica social de um humor ácido extravasante dos diálogos preconceituosos dos personagens mais bizarros que poderiam surgir numa sociedade cheia de interesses. Narrado de forma corrida como um roteiro cinematográfico e com diversas referências à cultura popular, o autor traça uma paródia ao clássico conto russo 12 cadeiras, de Ilf and Petrov, e ao filme Festim Diabólico, de Alfred Hitchcock.


Leituras do Mês: Julho + Maratona ContrAgosto do Flop

Julho é o mês das férias e foi nesse mês que rolou a Maratona Literária de Inverno(#MLI2015) Organizada pelo Geek Freak. Foi um mês de leituras intensas e o resultado foi maravilhoso!!!
Venham conhecer um pouco mais sobre as leituras de Julho e também sobre uma nova maratona que estará acontecendo em Agosto.


LEITURAS 
DO 
MÊS
+

Resenha Premiada: Paranoia por J.R. Johansson

Paranoia
Editora: V&R
Páginas: 320
Nota: 5/5 


Sinopse: Parker sobreviveu aos eventos traumáticos passados no primeiro livro da série. Agora, ele está aprendendo como ser um Observador, porém, enquanto ele aprende a lidar com seu dom incomum, sua outra personalidade se fortalece. Mas dessa vez um desafio maior aparece em sua vida: os Apropriadores querem instaurar um verdadeiro caos no mundo! Será que Parker vai conseguir superar mais essa etapa? Ou será que seus sonhos vão cair em uma eterna paranoia?







Minhas Impressões: Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor

Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Nota: ?/5 

Sinopse: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade? 

Resenha: A Promessa da Rosa por Babi A. Sette

A Promessa da Rosa
Editora: Novo Século
Páginas: 432
Nota: 5/5

Sinopse: Século xix: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.

Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.
Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Caixinha do Correio: Julho

Julho foi um mês fantástico com muitos livros incríveis. Na Caixinha do Correio você pode conferir tudo que chegou aqui nesse mês tão especial. 


Lançamentos: Julho (2/2)

Hoje vocês podem acompanhar mais lançamentos desse mês de Julho, que está sendo um ótimo mês, pena já estar no fim. Nesse post estão os lançamentos das editoras Agir Now, Rocco, Selo Jovem, Planeta e Grupo Pensamento




Resenha: Os Filhos de Odin por Padraic Colum

Os Filhos de Odin
Editora: Única
Páginas: 224
Nota: 4/5


Sinopse: Antes de o tempo como nós o conhecemos começar, deuses e deusas viveram na cidade de Asgard, que significa Local dos Deuses. Uma era de mágica, quando seres míticos podiam usar seus poderes e definir os caminhos do futuro, e proteger o mundo. Entre as cruzadas de Odin para encontrar a sabedoria necessária para salvar o mundo, os feitos incríveis de Thor e seu martelo e as travessuras de Loki, o agente do bem e do mal, Padraic Colum reconta as sagas nórdicas revelando o tempo em que a magia, os poderes e as maravilhas fantásticas corriam pelo universo. Em Os filhos de Odin, descubra a origem das histórias de Odin, Thor e Loki, onde Asgard foi construída e o que estava escondido durante o Ragnarök, o Crepúsculo dos Deuses. As histórias que encantam a todos nós nos cinemas possuem um enredo ainda mais fascinante do que você imagina! Leia as maiores aventuras dos deuses nórdicos! A origem daqueles que ainda hoje nos surpreendem com sua força e seu poder! 

Resenha: Elevador 16 por Rodrigo de Oliveira

Elevador 16
Editora: Faro
Página: 70
Nota: 5/5

Sinopse: Estamos em 2017. Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que passaria a uma distancia segura. E todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer...Mas não podiam estar mais enganados. No dia em que o planeta estaria mais visível, enquanto todo mundo se preparava para observar o fenômeno a olho nu, um grupo seguia para um compromisso chato: trabalhar num sábado na empresa de processamento de dados, pois estavam com muitos projetos atrasados. Na hora do almoço, 16 pessoas entram no elevador... mas ele pára entre dois andares. As comunicações não funcionam, nem alarmes, nem celulares, ninguém aparece para ajudar. E eles não sabem que, em todo o mundo, algo muito estranho aconteceu. Em poucos segundos, 10 pessoas caem num surto coletivo, como que desmaiadas. Entre o desespero, tentativas de busca por ajuda, um deles começa a abrir os olhos, mas eram olhos vazios, olhos do mal... Este livro conta uma história que ocorre no exato momento em que o nosso mundo se transforma. Traz personagens que vivem o intenso evento cósmico que mudaria a Terra para sempre. Leia, comente, discuta, conheça um pedaço da série As Crônicas dos Mortos. O primeiro dos cinco livros será lançado em fevereiro.

Novidades & Blablablá

No post de hoje vocês poderão ver várias novidades literárias - e cinematográficas - que bombaram na internet recentemente.


Resenha: A Odisseia de Tibor Lobato por Gustavo Rosseb


A Odisseia de Tibor Lobato
Editora: Jangada
Páginas: 224
Nota: 5/5
Sinopse: Depois de perder os pais num terrível incêndio no acampamento cigano onde moravam e passar dois anos num orfanato, Tibor Lobato e sua irmã Sátir são encontrados pela avó e vão morar no seu sítio. Ali fazem amizade com Rurique, um garoto conhecedor das lendas e histórias de assombração do lugar.  Durante a quaresma, coisas muito estranhas começam a acontecer na região e seres fantásticos do folclore - como a Mula Sem Cabeça, o Boitatá e a Cuca -, ganham vida e começam a assombrar os habitantes dos Sete Vilarejos. Os três começam a correr perigo quando descobrem segredos que ligam a família dos irmãos a esses seres fantásticos e a um lendário Oitavo Vilarejo. A partir daí inicia-se uma odisseia cheia de magia, que levará os três amigos a reconhecerem e valorizarem virtudes como lealdade, coragem, esperança e amizade.


Lançamentos: Julho (1/2)

Olá caros leitores, nesse post vocês poderão conferir alguns lançamentos desse mês de Julho das editoras: Arqueiro, Única, Gente, Faro Editorial, V&R, L&PM e Belas-Letras.

Nesse post temos no total de 15 lançamentos bem bacanas e de temas bem diferentes. Para saber mais sobre qualquer obra basta clicar na capa do livro que será redirecionado para a página oficial do livro no skoon. 

Resenha: Os Ricos Também Morrem por Ferréz

Os Ricos Também Morrem
Editora: Planeta
Páginas: 192
Nota: 4/5

Sinopse: Bolonha, Mauro Maurício, Nego Jaime, Júnior, Dona Néia e Sebastião são heróis e anti-heróis que Ferréz criou para histórias curtas que apresentou em palestras e saraus por todas as periferias brasileiras e também em grandes festivais literários no Brasil e no exterior. Neste livro inédito, o escritor mais emblemático da chamada literatura marginal transforma estas breves histórias em contos. A linguagem ágil, próxima à do rap, transforma-se em literatura. Os “causos” urbanos do cotidiano rude das cidades compõem em Os Ricos Também Morrem um mosaico do Brasil real. Para os fãs da verve ácida, direta e reta desse autor reconhecido em todo o mundo este livro dá o recado: as injustiças e a desesperança moram ao lado e não do outro lado do Atlântico.